sexta-feira, 30 de março de 2012

Bacalhau com natas e camarão


Esta quinta-feira resolvi fazer um prato que todos gostamos muito aqui em casa. Nós gostamos muito de bacalhau e fazemos de muitas maneiras diferentes, esta é mais uma.

Ingredientes:
3 Postas de Bacalhau
200gr de Miolo de Camarão
200gr de Espinafres
6 batatas cortadas em cubinhos
azeite q.b.
2 dentes de alho
1 cebola
coentros
1 pacote de natas
500 ml leite
1 c. sopa mostarda
60gr Maizena
sal,pimenta q.b.
150 gr queijo mozzarela ralado
pão ralado q.b.
1 gema

Num tacho coloca-se o bacalhau a cozer, desfia-se e reserva-se. Num outro tacho coloca-se os espinafres e os camarões a cozer, de seguida reserva-se. Fritam-se as batatas em cubinhos e reserva-se. Num tachinho pequeno coloca-se as natas, o leite com a maizena pré-dissolvida, o queijo mozzarela, sal, pimenta ralada, a colher de mostarda e vai ao lume brando mexendo sempre até engrossar um pouco, deita-se o molho no liquidificador e liga-se na velocidade média por 1 minuto, adiciona-se a gema e liga-se novamente cerca de 10 segundos, desliga-se e vai novamente ao lume até engrossar um pouquinho, desliga-se logo, fica um molho aveludado.
Pica-se a cebola, juntamente com os alhos e os coentros e num tacho deita-se o azeite juntamente com estes picadinhos e refoga-se, junta-se o bacalhau, as batatas, os espinafres e os camarões, rega-se com molho e mistura-se. Deita-se num pirex polvilha-se com pão ralado e vai ao forno a 180º até estar douradinho por cima.

Bom apetite!

sábado, 24 de março de 2012

Biscoitos / Thumbprints For us Big Guys - Dorie às Sextas



Mais uma semana passou e o desafio desta semana de Dorie às Sextas eram estes bolinhos (Thumbprints for us Big Guys) e confesso que estive a um bocadinho de não participar, mas como estava com uma vontade tão grande de provar estes bolinhos e depois de ver as fotografias, não resisti, tive de os fazer. Ainda bem que os fiz são muito bons, uma receita para repetir muitas vezes. Tive de fazer várias alterações em relação ao original, a mais evidente foi trocar as avelãs por amêndoas, porque não encontrei à venda avelã já moída tipo farinha. Aqui fica a receita

Ingredientes:

1 3/4 chávena de amendoa moída em farinha (175gr, usei amendoa em vez de avelã)
1 3/4 farinha de trigo (240gr)
1/2 caneca de açucar amarelo (80 a 100gr)
220gr margarina vaqueiro
1 c. chá de extrato de baunilha
1 c. chá de moscatel de Setúbal (esta ideia veio direitinha do blog cravo e canela)
açucar em pó q.b.
geleia de marmelo (fiz no natal e ainda tinha 1 potinho)
creme de chocolate (120gr de chocolate, 50gr de açucar desfeito em 3c. sopa de leite, 1 1/2 c. sopa de margarina,  mistura-se o chocolate com a margarina e vai ao microondas 1 minuto, retira-se, desfaz-se tudo com uma colher de pau e deita-se num tachinho, vai a lume brando junto com o leite previamente misturado com o açucar até ficar um creme homogeneo, desliga-se o lume)

Mistura-se a farinha de trigo e a farinha de amendoa e reserva-se. Bate-se a margarina amolecida com o açucar, junta-se o extrato de baunilha e o moscatel, deita-se na mfp e de seguida adiciona-se a mistura de farinhas, programa-se amassar (na minha maquina são 15 minutos) e deixa-se amassar cerca de 8 minutos, até se ver uma massa homogenea e macia.
Moldam-se pequenas bolinhas e com a mão achatam-se e com o dedo abre-se um buraco no meio tendo o cuidado de não furar. Vai ao forno a 165º durante 12 minutos. Retira-se do forno e deixa-se arrefecer em cima de uma rede. Preenche-se o meio do bolinho ou com o chocolate ou a geleia, ou até com o que se quiser.

Ficaram ambos muito bons, por isso não conseguimos decidir quais os melhores.

Bom apetite!

Fonte: livro Baking, de Dorie Greenspan




sexta-feira, 23 de março de 2012

Carne de Vaca Estufada com ninhos de ovos


O jantar de ontem foi uma carninha estufada, acompanhada com ninhos de ovos, para vos confessar a ideia tinha sido acompanhar com batatinhas fritas aos cubos, mas esmerei-me tanto com a carne e entusiasmei-me tanto a fazer o molho que me esqueci por completo de fritar as batatas e só me voltei a lembrar já nos iamos sentar à mesa.
Até foi bom este esquecimento, porque os ninhos também estavam deliciosos.

Ora então aqui está a receita:

Ingredientes:
1,5 kg de carne de vaca (bife da traseira cortado ao meio)
1 cebola grande as rodelas
2 dentes de alho
3 cravinhos
2 cenouras
1 lata de tomate pelado
100 gr bacon
meio chouriço as rodelas
1 pacote de Sazon
mistura de pimentas q.b.
sal q.b.
azeite q.b.
1 dl V. branco
salsa q.b.
2 dl agua (eu usei a agua onde tinha cozido legumes no dia anterior, ainda tinha bocadinhos de couves)
1 folha de louro
150ml de natas
50ml leite
ninhos de ovos
oregãos picadinhos

Coloca-se azeite na panela de pressão e a carne e deixa-se a carne tostar um bocadinho em todos os lados, polvilha-se com o sal e as pimentas moídas. Adiciona-se  a cebola e os alhos, deixa-se alourar um pouco, adicionando de seguida, na panela, a lata do tomate pelado, os 3 cravinhos as 2 cenouras (podem ser inteiras ou partidas ao meio), o bacon, o chouriço, o pacote de Sazon, o vinho branco, a salsa, a agua e a folha de louro, fecha-se a panela de pressão e coloca-se em lume média/forte, quando apitar baixa-se o lume e deixa-se cozinhar cerca de 30 minutos.
Deixar a panela de pressão perder o ar todo, abrir e retirar a carne cortando-a às fatias. Passar o caldo com a varinha mágica, deixar apurar um pouco e adiciona-se as natas misturadas com o leite, mexe-se um pouco e deita-se tudo no copo liquidificador, passa-se bem (cerca de 1 minuto) e volta-se a colocar na panela ao lume deixando só uns minutinhos até ficar um pouco espesso. Rega-se a carne com este molho.

Para fazer os ninhos de ovos, seguem-se as intruções da embalagem, em relação à quantidade de água, sal e tempo de cozedura e no fim, depois de retirar a água, misturam-se os oregãos, não coloco gordura nenhuma porque depois mistura-se com o molho da carne. Empratar a gosto. O maridinho empratou o dele e eu o meu. O meu teve de ser pouquinho para não estragar a dieta.

Leva muitos ingredientes, mas fica uma delícia e é muito fácil de fazer porque como no fim é para passar tudo não se precisa picar nada.

Bom apetite!





Maçãs Assadas


Esta foi a nossa sobremesa na quarta-feira, simples e deliciosa. Andava ali com umas maçãs reinetas a chatear o meu frigorífico e em menos de nada, oopss, onde estão aquelas maçãs reinetas que andavam a causar disturbios no frigorífico? Ah pois é, transformaram-se nesta linda sobremesa!

Ingredientes para duas pessoas:

2 maçãs reinetas
açucar 60gr (temos de pensar na dieta)
canela em pó q.b
2 paus de canela
vinho do porto 1/2 calice
moscatel de setúbal 1 calice
oleo q.b.
açucar em pó para polvilhar

Desencaroçar as maçãs e coloca-las num pirex, de seguida pincelar a casca toda da maçã com oleo, para lhe dar brilho, ficam mais bonitas depois de ir ao forno. Numa tigela misturar o açucar com a canela em pó e deitar dentro do orificio das maçãs, colocar o pau de canela nesse mesmo orificio e rega-las com o vinho do porto e o moscatel (eu usei assim porque tinha ali um restinho de um v. do porto e não quis abrir outra garrafa e como a de moscatel estava à mão... mas ficou muito bom). Polvilhar com o açucar em pó e vai ao forno durante cerca de 45minutos a 180º. De vez em quando vai-se regando com o próprio molho para elas tomarem o sabor.

Bom apetite

quarta-feira, 21 de março de 2012

Cubinhos de Peru com batatinhas assadas





No domingo passamos a manhã no parque com o nosso filho, antes de sair de casa deixei o comer preparado no forno e programei para estar pronto às 13h00, foi chegar a casa e ter a comidinha acabada de fazer. É muito bom poder fazer isto, porque poupamos imenso tempo que podemos utilizar na companhia do nosso filho e ele adora ir brincar para o parque.
Aqui vai a receita deste almocinho:

Ingredientes:

700 gr de cubinhos de perú
6 batatas
4 dentes de alho
salsa q.b.
1 pacote de sazon (pó de tempero excelente)
azeiteq.b.
salsa q.b.
oregãos q.b.
vinho branco 1,5 dl
sal q.b.

De véspera tempera-se os cubinhos de perú com sal, 2 dentes de alho picadinho e espalha-se por cima um pacote de sazón e rega-se com o vinho branco.
Na hora de cozinhar coloca-se num pirex ou tabuleiro os cubinhos de peru juntamente com a marinada (eu até costumo deixa-los a marinar directamente no pirex de ir ao forno e tapo com pelicula) e noutro as batatas cortadas aos cubinhos pequenos. Rega-se o perú com azeite e polvilha-se com salsa picadinha. No tabuleiro das batatas adiciona-se sal, oregãos, salsa picadinha, 2 dentes de alho picados, mistura-se tudo muito bem com as mãos e por fim rega-se com azeite . Colocam-se os dois tabuleiros no forno por cerca de 1h20m.

Bom apetite!


terça-feira, 20 de março de 2012

Salada de favas / As minhas favas

Em Junho do ano passado mudei de casa e agora tenho um quintalinho onde resolvi fazer uma horta, e posso dizer que é uma óptima terapia arranjar a minha hortinha. Em Novembro plantei favas e este fim de semana apanhei algumas vagens para ver como estavam e deu este resultado:



Estavam grandes e bonitas, este fim de semana já vou fazer uma boa colheita. Mas voltando a estas favas como eram poucas e eu tinha algumas congeladas que comprei no Continente, misturei e cozi para fazer uma salada. Usei a seguinte receita:

Ingredientes:

400gr de favas
1 ramo de coentros
2 dentes de alho
meia cebola
0,5 dl azeite
20cl vinagre
sal q.b.
pimenta moída q.b.

Coze-se as favas em água, com sal, 1 dente de alho, 4 hastes de coentros e uma colher de sopa de azeite, deixa-se cozinhar cerca de 40 minutos (depende da qualidade das favas e do gosto de cada um eu gosto delas tenrinhas).
Enquanto as favas cozinham, picam-se a cebola, o alho e os coentros.
Coloca-se num copo de batedeira o azeite e o vinagre e começa-se a bater, junta-se o sal e deixa-se engrossar um pouco adicionando de seguida o alho, cebola e coentros picados, deixa-se bater mais um pouco e reserva-se.
Depois de cozidas, deitam-se as favas numa saladeira e regam-se com o molho.

Sabem o mais surpreendente? foi quando tirei as favas da panela, as favas da minha horta conheciam-se à distancia em relação às congeladas, comprovem:


As favas da nossa horta ficaram com uma cor completamente diferente das outras, ficaram mais escuras e tambem muito mais tenrinhas e saborosas. Estavam uma delícia, um sabor que eu até já tinha esquecido, fez-me voltar à infância, quando debulhava favas com a minha avózinha.


O resultado final com o molho foi este e faz um belo acompanhamento:

Bom apetite!

domingo, 18 de março de 2012

Pudim de Chocolate (Desafio Dorie às Sextas)



A semana passada o desafia no Grupo Dorie às Sextas era este pudim de chocolate e ainda bem. Porquê? Porque é um pudim super fácil de fazer e o melhor de tudo é que é muito delicioso!

Aqui fica a receita:

Ingredientes:

2 1/4 chávenas de leite (1 chavena = 250ml)
6 colheres de sopa de açucar (usei só 5, mais ou menos 60gr)
2 colheres de sopa de cacau em pó sem açucar (24gr)
2 colheres de sopa de Maizena
1/4 c. chá de sal
1 ovo grande
2 gemas grandes
170 gr de chocolate negro culinária pré aquecido para ficar mole (ou o que mais gostarem, receita original 150gr)
2 c. sopa margarina cortada em 4 pedaços (45gr)
1 c. chá de extrato baunilha (ou v. porto ou brandy ou ainda qualquer licor que gostem)


Colocar 2 chávenas de leite a aqucer juntamente com 3 colheres de açucar, enquanto isso, colocar o cacau, a Maizena e o sal no liquidificador e misturar até ficar homogeneo. Retirar para uma tigela(eu peneirei para a tigela). Colocar no liquidificador o restante açucar (no meu caso 2 c. sopa), as gemas e o ovo e ligar no máximo durante 1 minuto. Adicionar o 1/4 de chávena e pulsar só para misturar, de seguida misturar os ingredientes secos e ligar numa velocidade mais baixa até misturar bem. (se preciso parar o liquidificador e com uma colher rapar à volta do copo para despegar o que ficar agarrado, é importante que fique tudo bem misturado.

Adicionar o leite quente no copo liquidificador e ligar durante alguns segundos para misturar, de seguida coloca-se tudo no tacho onde aquecemos o leite e vai ao lume médio sempre a mexer até engrossar, atenção para não ferver, mas pode fazer 1 ou duas bolhas.  Retira-se do lume e mistura-se o chocolate e a margarina e mexe-se até derreter e ficar uniforme. Volta-se a deitar tudo no liquidificador porque segundo a Dorie tem de se acrescentar algum ar e tornar o pudim mais leve e eventualmente desfazer alguns grumos. No meu caso não ficaram grumos, ficou logo cremoso, mas como gosto de cumprir à risca deitei no liquidificador e pulsei durante alguns segundo e realmente criou as tais bolhinhas de ar.

Deitar nas taças, dá 6 tacinhas e levar ao frigorífico durante 4 horas.

Bom apetite!


Fonte: livro Baking, de Dorie Greenspan

sábado, 17 de março de 2012

Uma flor de pão com Sementes


Esta semana resolvi fazer um pão diferente. Comprei sementes de papoila, flocos de trigo e de aveia, farelo e linhaça. Com a ajuda da minha amiga mfp tudo se torna mais fácil e lá meti mãos há obra. O pão fica saboroso, é um pão mais pesado do que o normal só com farinha de trigo. Já fiz tambem duas  tostas mista com duas destas bolinhas.

Ingredientes:

370ml de água morna
1 c. sopa de azeite
mistura feita com:
350gr de farinha de trigo
100gr de sementes de linhaça
150gr de farelo de aveia integral
2 c. sopa de açucar
1 c. chá de sal
6 gr de fermipan

azeite para pincelar
sementes de papoila para salpicar

No liquidificador colocam-se as sementes de linhaça juntamente com o farelo de aveia e liga-se na potência maxima até desfazer em farinha, depois numa tijela junta-se a farinha de trigo e mistura-se com as mãos para ficar bem misturado.
Na mfp colocam-se os ingredientes acima descritos até ao fermipan e selecciona-se amassar com levedura.

No final do programa retira-se a massa e divide-se em 8 bolinhas que se junta em forma de flor. Pincela-se o pão com azeite e polvilha-se com as sementes de papoila. Com o dedo calca-se as sementes para agarrarem. Coloca-se no forno aquecido a 35º, por cerca de 45 minutos a levedar novamente.

Passado o tempo, retira-se do forno aquece-se  a 200º e coze-se o pão em cima de papel vegetal ou tapete anti-aderente por cerca de 25 minutos ou até ficar douradinho.

Quentinho e com manteiga a derreter é muito bom.


quarta-feira, 14 de março de 2012

Brioche da Beth com queijo e fiambre



Este Brioche é simplesmente divinal. O maridinho já pediu mais e vai ter de esperar pelo fim de semana. A receita veio direitinha de dois blogs que gosto muito Os pratos da Bela e claro, do blog original Les Saveurs de Beth , tornei-me fã. Tive de alterar a receita porque estava um pouco liquida, mas penso que se deve ao facto de ter derretido a margarina.


Ingredientes:

Massa:
175 ml de leite morno
100gr de margarina derretida
1 ovo
550gr de farinha de brioche
1 colher de chá de sal
2 c. sopa açucar
1 saqueta de fermipan

Recheio:
Queijo
Fiambre

1 gema para pincelar

Coloquei por esta ordem na mfp e programei amassar. Deixei 1h30 a levedar a massa. Retirei e deitei sobre a bancada enfarinhada.Estiquei com um rolo até fazer um rectangulo, cortei a massa em excesso. Coloquei fiambre e queijo e enrolei tipo rocambole. depois cortei em quadrados e os quadrados ao meio para ficarem rectangulos. Dispus numa forma redonda, pincelei com o ovo e deixei levedar mais uma hora. Foi ao forno pré aquecido a 200º durante cerca de 20minutos, tapei com papel de aluminio os primeiro 10 minutos, mas para a próxima vou deixar só 15 minutos porque o da Beth está mais dourado e o meu mais para o escuro . Com a massa que sobrou fiz uns croissants e ainda deu 3.


Bom apetite!

 

terça-feira, 13 de março de 2012

Feijoada à minha moda



Este domingo teve de ser, já há muito tempo que evitava fazer este prato, porque é mega calórico, mas já não podia mais ouvir o maridinho a reclamar, porque gosta mesmo muito de uma boa feijoada.


Ingredientes:

1kg de entrecosto
1 peça de entremeada (mais ou menos 800gr)
1 chouriço de carne (alentejano)
1 lata de feijão manteiga (grande)
1/2 lata de feijão encarnado
Couve lombarda ripada q.b. (eu costumo por bastante)
3 folhas de repolho cortadas em pedaços grandinhos
1 cenoura grande cortada em pequenas meias luas fininhas
polpa de tomate q.b.
cebola picada
2 dentes de alho picados
azeite q.b.
mistura de pimentas moída
tomilho moído q.b.
1 folha de louro

De vespera salga-se a carne e reserva-se.

Coze-se a carne na panela de pressão. Depois de cozinhada a carne corta-se em pedaços pequenos e reserva-se. Com parte da água onde se cozeu a carne faz-se um arroz branco para acompanhar e coze-se metade do chouriço junto. Num tacho coloca-se azeite, a cebola picada e os dentes de alho picados, até alourar um pouco. Junta-se a outra metade do chouriço às rodelas finas cortadas ao meio, a cenoura cortadinha, e as couves. Mexe-se e deixa-se refogar um pouco, de seguida, adiciona-se uma parte da água onde se cozeu as carnes e a polpa de tomate. Adiciona-se o feijão e as carnes, rectifica-se de sal e junta-se o tomilho e a mistura de pimentas moídas. Quando o arroz estiver cozido, retira-se a metade do chouriço cozido e corta-se às rodelas juntando à feijoada. Assim que o molho tomar consistência desligar o lume.

Acompanha com o arroz branco e uma salada de alface.

Como a quantidade é grande, congelamos em doses individuais, para não ter de comer tudo de seguida.

domingo, 11 de março de 2012

Pudim de laranja




Este fim de semana a sobremesa escolhida foi pudim de laranja, isto porque me deram muitas laranjas e tenho de aproveita-las senão estragam-se. Como gostamos muito de pudim de laranja, foi a nossa eleita para adoçar o fim de semana.

Ingredientes:

5 ovos
sumo e raspas de 1 laranja
450ml de leite
2 c. chá de farinha maizena
250gr de açucar


Juntam-se os ingredientes todos e bate-se com a batedeira durante cerca de 5 minutos. Fica com espuma por cima. Passa-se por agua fria a forma de pudim e depois carameliza-se a forma, só então deitamos lá dentro a mistura. Fecha-se a forma, coloca-se um pouco de água na panela de pressão (não passar o meio da forma), depois da panela apitar, conta-se cerca de 20 minutos e desliga-se. Desenformar depois de frio e levar ao frigorífico.
Eu coloquei no frigorífico dentro da forma e só desenformei na altura de servir.

Vai uma fatia?

Bom apetite!




Migas de Artisan Bread com espinafres e Tirinhas de Perú




Pois é, guardei um pão inteiro para esta deliciosa iguaria. As migas ficaram muito boas e a acompanhar as tirinhas de perú ainda melhor.

Ingredientes:

1 - Pão segundo a receita Artisan bread  
500 gr de tirinhas de peito de perú
10 cubinhos de espinafres congelados
5 dentes de alho
azeite q.b.
margarina q.b.
sal
sumo de limão q.b.
mostarda q.b.
coentros q.b.


Cozem-se os espinafres em água e sal e demolha-se o pão.Tempera-se o perú com dois dentes de alho picados, sal e sumo de limão, barram-se com mostarda e fritam-se em margarina, tambem fica bom com cogumelos misturados mas não tinha, no fim picam-se coentros para dar sabor.

Num tacho largo deita-se azeite, os 3 dentes de alho finamente picados e um molhinho de coentros tambem finamente picados, deixa-se alourar um pouco e junta-se o pão bem espremido e os espinafres (tambem deve ficar bom com grelos, mas tambem não tinha). Vai-se mexendo e moldando tipo torta, depois vai-se virando para tostar um pouco em todos os lados. Coloca-se as nossas migas numa travessa e junta-se à volta as tirinhas de perú.

Acompanha com uma boa salada.

Bom apetite!
  


Artisan Bread





Já há muito tempo que de vez em quando faço estes pães, mas já existe muitos posts na net com esta receita por isso, penso que não é novidade para ninguém. Eu retirei a receita do blog Delicias e Companhia que tem coisas deliciosas e foi lá que encontrei a receita com o video e deixou-me curiosa, experimentei e agora de vez em quando faço este pão. A massa foi feita no sabado passado, o pão da imagem de cima foi feito no domingo, os dois na imagem de baixo fiz na quarta-feira, um foi para comer ao jantar e o outro... Bem o outro fica para o próximo post.

Ingredientes:

- 6 ½ copos de farinha de trigo (cerca de 1kg de farinha)
- 3 copos de água morna (700ml)
- 1 ½ colher (sopa) de fermento biológico seco
- 1 ½ colher (sopa) de sal grosso
- farinha de milho ou trigo para polvilhar q.b.
1 copo = mais ou menos 235ml


Num recipiente de plástico, grande (porque a massa leveda) misturam-se todos os ingredientes com uma colher de pau. Deixa-se a massa repousar, durante 2 horas e tapa-se o recipiente e vai ao frigorífico. Aguenta até 15 dias, embora aqui em casa não dura 1 semana. Na hora de fazer o pão retira-se uma porção da massa, cortando com uma faca e com as mãos enfarinhadas vai-se dobrando para baixo dando a forma de uma bola, tem de se fazer esta operação com cuidado para que a massa não perca o ar. Polvilha-se o pão com farinha de milho ou trigo e deixa-se repousar entre 30 a 40 minutos.

Pré aquecer o forno a 200º e colocar lá dentro um tabuleiro com agua para cozer o pão com humidade. Antes de colocar o pão no forno faz-se uns golpes em cima para o pão abrir. Vai ao forno cerca de 30 minutos. Retirar e arrefecer em cima de uma rede.

Bom apetite!





O Video para simplificar a receita:

quinta-feira, 8 de março de 2012

Pescada Gratinada



Hoje o que era para ser pescada cozida com legumes transformou-se nesta iguaria, mais um prato para não esquecer.


Ingredientes:

3 postas de pescada (cozida e desfiada)
100gr miolo de camarão
5 batatas médias cozidas e cortadas aos cubos
2 cenouras raladas
1 cebola cortada em meias luas
2 dentes de alho
5 cl azeite
2 c.sopa margarina liquida
2 c. sopa maizena
0,5 lt leite
200ml natas
2 ovos cozidos
salsa q.b.
sumo de limão
queijo mozzarella ralado

Cozer a pescada, os camarões, as batatas e os dois ovos. Num tacho leva-se ao lume o azeite com o alho picado, as cebolas em meias luas e a cenoura ralada em tiras finas. Deixa-se cozinhar até amolecer a cebola e a cenoura e adiciona-se a pescada, os camarões, as batatas e a salsa picada, por fim rega-se com limão e desliga-se o lume.

Levar ao lume a manteiga com a farinha e deixar cozinhar, acrescentar o leite e as natas e deixa-se ferver, junta-se sal e pimenta a gosto. Continua-se a mexer até engrossar um pouco.

Deitar o preparado da pescada num pirex e deitar por cima metade do molho, mexer com uma colher de pau para misturar e espalhar por cima os ovos cozidos cortados em gomos. Deitar o resto do molho e por cima coloca-se o queijo mozzarella, vai ao forno a 200º a gratinar até dourar.

Bom apetite!


segunda-feira, 5 de março de 2012

Croissants simples ou de Chocolate



  
Ontem apeteceu-me fazer uns croissants e lá pus a minha ajudante a trabalhar (mfp) e este foi o resultado final, estavam bem deliciosos e fofos.

Muito fáceis de fazer, hoje estão molinhos como se fossem acabados de fazer e o chocolate não endureceu continua cremoso. Acho que foram os melhores croissants que fiz até hoje.
A receita da massa fui buscar ao blog Anasbageri só que adaptei a mfp.


Ingredientes:
 300ml de leite morno
1 ovo batido
150 gr margarina derretida
700gr de farinha
1 saqueta fermipan
70gr de açucar
1 c. chá mal cheia

Recheio:

100gr chocolate de leite
75gr chocolate negro (culinária)
150ml de leite


Colocar os Ingredientes por esta ordem na mfp e
programar amassar. Esperar cerca de meia hora depois de amassar.Enquanto isso num tachinho colocar os chocolates e o leite e vai ao lume brando mexendo sempre até ficar um creme semi liquido. Deixar arrefecer antes de usar. Entretanto, deitar a massa na bancada enfarinhada e esticar até ficar um rectangulo, o tamanho vai depender do tamanho que se queros croissants. Cortar triangulos e começar a enrolar da parte mais larga para a mais estreita.
Nos croissants de chocolate colocar o creme de chocolate no meio junto a parte mais larga, barrar bem e só depois enrolar. Pincelar os croissants com leite morno e deixar no forno aquecido a 35º durante 1 hora. Eu aqueço a 35º e desligo quando coloco lá os croissants. Retirar os tabuleiros, pré aquecer o forno a 200º e vão ao forno durante 8 a 10 minutos.

sábado, 3 de março de 2012

Doce de Abóbora com Nozes



Este foi outro dos doces escolhidos para presente de Natal. Eu já tinha postado aqui um doce de abóbora, mas um pouco diferente deste, gostei mais deste, o outro ficou um pouco mais seco e as nozes dão-lhe um toque especial. Que belo doce para acompanhar uma bolachinha de água e sal! Estas foram as duas aboborinhas escolhidas para o repasto.

 
Ingredientes:

2 kg de abóbora (lavada e cortada ao cubos)
1,1 kg de açucar amarelo
sumo de duas laranjas e casca de uma
2 cascas de limão
1 pau de canela
1/2 vagem de baunilha aberta longitudinalmente
uma pitada de canela em pó
nozes picadinhas q.b.

 
Deita-se o sumo das laranjas no tacho, o açucar, as cascas da laranja e do limão, o pau de canela e a vagem de baunilha, mexe-se um pouco e coloca-se a abóbora. Deixa-se cozinhar em lume brando e desta vez deixei apenas 1h40m. Retirei as cascas da laranja e do limão e o pau de canela.

Deitei um pouco de canela em pó e passei com a varinha, só para desfazer os bocadinhos maiores, juntei as nozes, deixei cozinhar mais 5 minutos e apaguei o lume. Coloquei logo de seguida dentro dos frascos, limpei as bordas, fechei-os e virei-os logo ao contrário e ficaram assim até ao dia seguinte.

Foram feitos no inicio de Dezembro, ainda tenho cá em casa um restinho e está muito bom.

 

Empadão de Bacalhau




Esta receita surgiu por acaso, na realidade ia fazer outra receita, mas um pequeno contratempo fez-me mudar o destino de umas quantas postas de bacalhau.

Ingredientes:

3 postas de bacalhau
1 pacote de espinafres
7 batatas grandes
leite q.b.
1 gema
uma noz de margarina
noz moscada
sumo de limão
2 dentes de alho
meia cebola
coentros
azeite
queijo ralado

Coze-se o bacalhau, desfia-se e reserva-se. Faz-se um refogado com azeite, cebola, alhos e coentros (tudo picadinho na picadora) e quando estiver loirinho junta-se o bacalhau, mexe-se um pouco e desliga-se o lume. Na agua que cozemos o bacalhau levamos os espinafres a cozer entre 10 a 15 minutos. Cozem-se as batatas em agua e sal, quando estas estiverem cozidas, passa-se no passevite, junta-se o leite, noz moscada, sumo de limão, uma gema e a margarina, mexe-se bem e cobre-se o fundo de um pirex com metade do puré de batata. Por cima coloca-se o bacalhau e sobre este os espinafres, por fim cobre-se novamente com o puré de batata. Polvilha-se com o queijo ralado e vai ao forno até ganhar côr.

Serve-se de preferência com uma boa salada de alface.

Bom apetite!

Torta de laranja












Esta torta ficou muito deliciosa, super fácil de fazer e rápida. Se comparar com a torta de cenoura que fiz no outro dia, prefiro a de cenoura, isto porque não é tão doce, mas é uma receita a repetir de certeza.

Ingredientes:

8 ovos
300gr de açucar
1 c. chá de Maizena
1 c. chá de Farinha para bolos
50 gr de margarina
sumo e raspas de 2 laranjas
margarina liquida para untar o papel vegetal
açucar q.b. para polvilhar


Num tabuleiro untar uma folha de papel vegetal com margarina liquida. Pré aquecer o forno a 200º.

Numa tigela colocar o açucar e os 8 ovos inteiros, mexer para misturar, de seguida colocar as duas colheres de farinha (maizena+farinha para bolos), as 50gr de margarina derretida e o sumo e raspas das duas laranjas. Mexer bem com a  batedeira ou as varas das claras em castelo para que fique homogeneo.

Deitar no tabuleiro e vai ao forno 20 minutos. Retirar do forno e virar em cima de um pano de cozinha polvilhado com açucar. Enrolar ainda quente, mas só se deve retirar o pano e passar para a torteira ou travessa quando estiver fria para não rachar. Esta não rachou e ficou deliciosa.

Bom apetite!



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Queres experimentar produtos novos para poderes expressar a tua opinião? Então inscreve-te aqui: